#COTAS EM FOCO

A Ordem dos Advogados do Brasil – Secção Amapá, através da Comissão Especial de Igualdade Racial-OAB/AP, realizou nesta segunda feira (11), o II Fórum de Diálogos da Política de Igualdade Racial: #cotasemfoco, onde o ponto principal foi a reserva de vagas para negros em concurso público (cotas), que não vem sendo respeitada pelo governo do estado do Amapá, vale ressaltar, que trata-se de um direito constitucional (segundo entendimento do STF).

Uma mesa de debate onde estiveram: Alzira Nogueira (representante do MPF), o presidente da OAB Paulo Campelo – fazendo a abertura oficial do evento, Dr. Aluízo da Silva de Carvalho (comissão igualdade racial OAB/AP), Maykon Magalhães (Improir), como representante do governo do estado subdefensor-geral do Estado do Amapá, Eduardo Tavares e a representante da propositora da lei deputada Cristina Almeida a senhora Neucirene Almeida, que reserva 20% vagas a negros (cotas) a concursos público no estado do Amapá.

Diante da participação do movimento negro, o debate aconteceu apontando encaminhamentos, para que a OAB faça a mediação do conflito entre as partes. Na abertura o presidente Campelo, estranhou a ausência da representante da seafro (secretaria extraodinaria de politicas publicas para o afro descendente) que não mandou justificativa. O mesmo ressaltou – “A OAB esta sempre pronta a contribuir para o debate afim de mediar o debate afim de conseguir para o entendimento coletivo”.

Negros; Identidade; Ações afirmativas; Sistema de cotas;Amapá

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *