Sacha Moskui

sachamoskui_smallUma breve reflexão sobre o sonho da vida. Uma linda coprodução entre uma jovem fotógrafa francesa e um jovem comunicador amazônico do Equador…

Derrames no Rio Marañon

derrame_smallCada ano acontecem uma duzia de derrames de petróleo na Amazonia Peruana. Porém, a maioria desses “acidentes” na chega aos programas de noticias, não comova um público global. Mas a população local sim sente as consequências. Nesse pequeno documentário nossos comunciadorxs deixam visível os riscos da produção petroleira e demonstram também a falta de responsabilidade pelo lado das empresas e do Estado para liderar com a contaminação…

Uma conversa radiofônica no Centro de Convivência Toninha

programa_radio_Cecco_toninho_peqDurante nossa visita à Casa de Cultura Tainá conhecemos também o trabalho do Centro de Convivência Toninho (CECCO-TONINHO) que organiza aqui diferentes oficinas e atividades com pessoas de todas as capacidades. De repente surgiu a ideia de aproveitar a presença de comunicador@s de diferentes países e os participantes do programa de Rádio “Convivendo com harmonia” para organizar e gravar uma conversa livre. Aqui podem ouvir o resultado…

Conexões

poema2Povos que se encontram
Sonhos que se interligam
Frequências que se conectam
Tambores que comunicam…

A historia da minha comunidade, o Quilombo Frechal

10639635_536610393106479_1556027205100253970_nOla eu sou Valdilene Mondego, moro no Quilombo Frechal no Maranhão, município de Mirinzal. Minha comunidade é uma reserva extrativista e eu vou contar como tudo começou, tal como a historia foi contada pelo meu Tio Ignácio.

Um sonho sapara

Dibujo_YandaNuestro amigo Yanda tiene sueños interesantes todos los dias. A vezes sueña con la Pachamama, otros dias con la luna, con animales y otras cosas. Cuando se recuarda, Yanda dibuja sus sueños. Antes de ayer en la Casa de Cultura Tainá encontró la diseñadora grafica Camila y juntos pusieron color a un pequeño dibujo hecho. Segun Yanda “es una mujer que quando habla la salen pajaros coloridos de la boca.”

Mulheres amazonicas

DSC_4048_chicExistem muitas realidades das mulheres na Amazonia. E também tem uma grande diversidade de mulheres que moram nessa região de nosso planeta. Aqui uma pequena selecção de mulheres indigenas…

A nave vai – uma excursão amazônica entre extrativismo e o Bom Viver

image_miniTambém o Podcast +1café ficou intrigado com o projeto A Nave vai. “Parece ser um tema exótico para um podcast alemão-brasileiro, mas tivemos boas desculpas para esse programa,” justificava o equipe de +1café de realizar um programa no Ecuador. “No dia 18 de maio, um grupo de comunicador@s indígenas embarcou para documentar as diversas realidades de vida na Amazônia. A viagem vai de Puyo, no Equador, passando por Iquito, no Peru, até a cidade amazônica de Tefé, no Brasil…”

Jovens exploradores farão intercâmbio pela região Amazônica

rios_da_amazonasNo dia 15 de maio 2015, o programa Nacional Jovem da EBC conversou com Vanessa Cruz, coordenadora do projeto “A Nave Vai – uma viagem de exploração entre o Extrativismo e o Bem Viver”, um projeto que envolve um grupo de jovens comunicadores da mídia Amazônica oriundos de comunidades indígenas e tradicionais do Equador, Peru e Brasil que realizarão uma viagem de intercâmbio pelas cabeceiras da Amazônia.

Inicio da viagem do Jhanderson

mxmxmxEu, Jhanderson Moraes tenho 25 anos. Nasci na cidade de Tefé no estado do Amazonas. Hoje moro em Manaus. Fiquei muito feliz de ser um dos escolhidos para participar do projeto “A Nave Vai” onde irei percorrer três países da América do sul, Equador, Peru e Brasil. Quero representar meu povo, minha cultura e levar minhas ideias e minha experiência com Radio, TV, Cinema, Edição e outros.